Balcão Único
Bolsa Nacional de Terras
Sistema de Informação do Regadio
Estatuto da Agricultura Familiar
Produtos Tradicionais Portugueses
Jovem Empresário Rural
Formação Profissional
Cartas de Pery
IMG_4099.jpg
IMG_4099.jpg
IMG_4099.jpg
IMG_4099.jpg
IMG_4099.jpg
IMG_4099.jpg
IMG_4099.jpg
IMG_4099.jpg
previous arrow
next arrow

 

A Comissão de Acompanhamento para as Operações Florestais (CAOF), criada através do Despacho n.º 24711/2000, de 2 de dezembro, do Sr. Secretário de Estado do Desenvolvimento Rural, integra representantes do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas, I. P. (IFAP), da Associação Nacional das Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente (ANEFA), da Federação Nacional das Cooperativas de Produtores Florestais, FCRL (FENAFLORESTA), da Associação Florestal de Portugal (FORESTIS), da União da Floresta Mediterrânica (UNAC) e da Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR) que assegura a coordenação.

Tendo como uma das suas atribuições a elaboração de uma base de dados de tempos padrão para a realização das operações que abranjam todo o ciclo florestal, a CAOF procede regularmente à atualização da matriz de referência com os custos máximo e mínimo para as principais operações de (re)arborização (manuais, mecânicas, mistas e execução de infraestruturas) e de beneficiação (manuais, mistas e mecânicas) das superfícies florestais.

A Comissão de Acompanhamento para as Operações Florestais (CAOF) também elaborou: