Produdos Tradicionais Portugueses
Agricultura e Produção Biológica
Parceria portuguesa para os solos
Sistema de Informação do Regadio
Bolsa Nacional de Terras
Rede Rural Nacional 
Boletim Informativo - Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica e Plano de Ação
Agricultura biológica
Programa Emparcelar para Ordenar
Guia de apoio às explorações agrícolas
Serviço de Aconcelhamento Agrícola e Florestal
Tecnicos em Formação Regulamentada
Cartografia e Informação Geográfica
Grupo de Projeto do Mira
Estatuto do Jovem Empresário Rural (JER)

 

 

Dados Abertos

Estatuto da Agricultura Familiar

biblioteca online

 

Direção

 

Diretor-Geral - Eng.º Gonçalo de Freitas Leal 

Subdiretora-Geral - Eng.ª Isabel Maria de Almeida Ribeiro Passeiro

 

CURRICULUM VITAE

Identificação

 Gonçalo Mendes de Freitas Leal
Data de Nascimento: 4 de agosto de 1955
Naturalidade: Lisboa

 

Habilitações Académicas

• Master-of-Science in Soil Science and Water Management, pela Universidade de Wageningen, Holanda (1983).
• Licenciatura em Engenharia Agronómica, pelo Instituto Superior de Agronomia (1978), com a média final de 15 valores.

Experiência e Atividade Profissional

  •  Desde 21 de setembro de 2018 – Diretor-Geral da Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural
  •  De julho 2016 a setembro de 2018 - Técnico Especialista - Gabinete do Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural - Assessoria na área do regadio; Coordenação do processo de negociação dos empréstimos à República  Portuguesa concedido pelo Banco Europeu de Investimento e o Banco de Desenvolvimento do Conselho da Europa, para financiamento do Programa Nacional de Regadios, aprovado pelo Governo. 
  • De 2011 a 2016 - Técnico Superior – DGADR – Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural - Corredação do “Plano de Prevenção, Monitorização e Contingência para Situações de Seca”, que veio a ser aprovado por Resolução do Conselho de Ministros em 2017; coordenação do Grupo de Trabalho interno que redigiu o documento intitulado “Estratégia para o regadio Público 2014-2020”, veio a ser aprovado por despacho ministerial em setembro de 2014; conceção, operacionalização e gestão da Medida 7.5 “Uso Eficiente da Água”, do Programa de Desenvolvimento Rural do Continente (PDR 2020).
  • De 2010 a 2011 - Diretor de Departamento de Infraestruturas e Engenharia Rural - Hidroprojecto, S. A - Coordenação de projetos de redes de abastecimento de água, de drenagem doméstica e pluvial e de arruamentos (Tripoli, Líbia).
  • De 2007 a 2009 - Diretor de Projeto - Hidroprojecto, S. A. - Elaboração de projetos de redes secundárias de rega sob pressão e de estações elevatórias. 
  • De 2004 a 2007, de 1993 a 1997 e de 1978 a 1988 – Técnico Superior - DGHEA - Direção-Geral de Hidráulica e Engenharia Agrícola e organismos subsequentes - Identificação, estudo preliminar e anteprojeto de pequenos regadios coletivos (Trás-os-Montes). Estudos e projetos de rega por gravidade e drenagem subterrânea. Projeto de execução de redes secundárias de dre¬nagem superficial, caminhos e rega por aspersão (Cova da Beira). Desenvolvimento de estudos de planeamento e gestão de recursos hídricos. Acompanhamento técnico de estudos e projetos de rega e drenagem. Elaboração de termos de referência para estudos e projetos de grande dimensão. Conselheiro de Bacia do Guadiana. Desenvolvimento de estudos de gestão de aproveitamentos hidroagrícolas, em Portugal e no estrangeiro (Moçambique). Elaboração de cadernos de encargos de estudos e projetos de rega e drenagem. Acompanhamento técnico de estudos e projetos de Rega e Drenagem em elaboração por empresas de consultoria. Apreciação de reclamações e pedidos de indemnização de várias empreitadas de grande envergadura (barragens e redes de rega).
  • Em 2003 - Consultor - EDIA - Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva - Projeto de um dispositivo de segregação de águas a aplicar à albufeira de Alvito.
  • De 1997 a 2001 - Diretor de Serviços de Gestão de Projetos e Obras – Instituto de Hidráulica, Engenharia Rural e Ambiente - Coordenação geral da atividade de: (i) Divisão de Obras e Fiscalização; (ii) Gabinete de Gestão do Parque de Máquinas; (iii) Divisão de Topografia. Programação, coordenação, gestão e controle técnico e financeiro das equipas dos diversos Projetos Hidroagrícolas.
  • De 1989 a 1993 - Chefe da Divisão de Gestão de Projetos - Direção-Geral de Hidráulica e Engenharia Agrícola - Programação, Coordenação, Gestão e Controle Técnico e Financeiro das equipas de diversos Projetos Hidroagrícolas.
     
  • Atividade liberal 
    De 1985 a 2016 (intermitente) - Trabalhos de consultoria versando cinco grandes linhas técnicas. Estudos e projetos de planeamento de recursos hídricos, rega, drenagem, hidrologia agrária, correção torrencial e hidráulica fluvial.

a)Análise das vertentes hidrológicas e pedológicas de Estudos de Impacte Ambiental.

b)Estudos de ordenamento agrário e estudos agronómicos de planos diretores municipais.

c)Fiscalização de empreitadas.

d)Estudos hidrológicos, hidráulicos e de drenagem do tabuleiro de pontes e viadutos.

Alguns destes trabalhos envolveram missões no estrangeiro (Peru, Cabo Verde, Moçambique).

  •  Atividade como formador
    Conceção e monitoragem de duas dezenas de cursos de formação profissional em temáticas de Rega, Drenagem e Hidrologia, totalizando 1 155 horas de formação teórica e prática.

  • Atividade docente
    De 2013 a 2018 – Docência do tema de Drenagem Agrícola da cadeira de “Rega e Drenagem” do Mestrado em Engenharia Agronómica, do Instituto Superior de Agronomia (10 horas de aula do 1.º semestre).
    De 2001 a 2005 – Docência da cadeira “Métodos de Rega II”, na Escola Superior Agrária de Beja.
    De 1988 a 2001 – Docência de várias aulas em cursos de pós-graduação e de Mestrado (Univ. Évora), versando temas de “Drenagem” e “Metodologias de projeto de redes de rega sob pressão”.

  • Orientação científica de estágios
    De 1991 a 2004 – Orientação de seis estagiários de licenciatura em temas de Rega e Drenagem.

  • Publicações 
    Publicação de 16 comunicações escritas em reuniões técnicas e científicas diversas, quatro artigos em revistas da especialidade e cinco colaborações individuais em livros. Temas versados: modelação de rega por gravidade; critérios de drenagem; caraterísticas de regadios portugueses de grande dimensão; gestão de recursos hídricos; estudos prospetivos de desenvolvimento hidroagrícola em Portugal; manutenção de cursos de água; desenvolvimentos recentes na Investigação em drenagem; uso eficiente da água em regadio.

 

CURRICULUM VITAE
 
Identificação 

Isabel Maria de Almeida Ribeiro Passeiro
Data de Nascimento: 29 de maio de 1964.

Habilitações Académicas

• Licenciatura em Engenharia Zootécnica pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Experiência e Atividade Profissional

  • Desde janeiro de 2020 - Subdiretora-Geral da Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural;
  • De agosto 2017 a dezembro 2019 - Inspetora na Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território;
  • De 2015 a 2017 - Adjunta do Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural do XXI Governo Constitucional;
  • De 2014 a 2015 - Inspetora na Inspeção-Geral dos Ministérios do Ambiente, do Ordenamento do Território e Energia e da Agricultura e do Mar;
  • De 2012 a 2013 -Inspetora na Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território;
  • De 2011 a 2012 - Chefe de Divisão de Coordenação e Controlo Alimentar da Direção de Serviços de Normalização e Segurança Alimentar do Gabinete de Planeamento e Políticas do MADRP;
  • De 2009 a 2011 - Adjunta do Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural do XVIII Governo Constitucional;
  • De 2002 a 2009 -Inspetora na Inspeção-Geral da Agricultura e Pescas ;
  • De 1995 a 2002 - Técnica Coordenadora na Associação das Mulheres Agricultoras Portuguesas ;
  • Em 1995 - Técnica do Departamento de Controlo de Qualidade e do Departamento de Apoio à Produção de Leite na Empresa PARMALAT;
  • Em 1992 - Técnica de laboratório no Departamento de Controlo de Qualidade na Cooperativa Eurial, Luçon-França, programa COMMET, intercâmbio universidade -empresas;
  • De 1990 a 1993 - Estagiária do Departamento de Ovinos e Caprinos na Estação Zootécnica Nacional.

 

 


 

logo agri fam
CAOF
uso eficiente da agua
sistema de  reconhecimento de regantes

 

sir destaque2
Cartas Pery
NREAP
projeto BINGO
protocolo FFP
projetos cofinanciados
Guia de apoio à criação de microempresas
Guia de apoio às explorações agrícolas