Produdos Tradicionais Portugueses
Agricultura e Produção Biológica
Parceria portuguesa para os solos
Sistema de Informação do Regadio
Bolsa Nacional de Terras
Rede Rural Nacional 
Boletim Informativo - Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica e Plano de Ação
Agricultura biológica
Programa Emparcelar para Ordenar
Guia de apoio às explorações agrícolas
Serviço de Aconcelhamento Agrícola e Florestal
Tecnicos em Formação Regulamentada
Cartografia e Informação Geográfica
Grupo de Projeto do Mira
Estatuto do Jovem Empresário Rural (JER)

 

 

Dados Abertos
Consulta dos dados do cartão do gasóleo

Estatuto da Agricultura Familiar

biblioteca online

 

Cadernos de campo

O exercício da produção integrada implica, pela parte dos agricultores, determinadas obrigações e compromissos que devem ser registados em caderno próprio denominado caderno de campo.

A DGADR elaborou minutas-tipo de cadernos de campo para a produção integrada de acordo com o Decreto-Lei nº 256/2009, de 24 de setembro, segundo os princípios estabelecidos para cada prática e compromissos dos agricultores:

No entanto,  existem ainda modelos definidos anteriormente pela DGADR, que podem auxiliar como exemplos de orientação, para as seguintes culturas :

Nos referidos cadernos de campo os registos a serem efetuados, para além dos dados referentes à identificação das parcelas, devem ser os registos relativos aos estados fenológicos da cultura, as observações realizadas em relação aos principais inimigos da cultura, as datas dos tratamentos realizados e os produtos fitofarmacêuticos utilizados, os dados referentes ao sistema de produção, nomeadamente podas, regas, fertilizações e colheita.

Nos exemplos de cadernos de campo apresentados, neste documento, são referenciados os elementos mínimos que servem de orientação para a elaboração do caderno de campo.

Sempre que as explorações agrícolas detenham animais, devem dispor do registo de medicamentos e medicamentos veterinários, onde devem ser também registadas as operações relativas ao maneio e à alimentação dos animais, de acordo com o ponto 7 do artigo 9.º do Decreto-Lei n.º 37/2013.

Existem ainda cadernos de campo específicos para a prática da Proteção Integrada (PI), da competência da Direção Geral de Alimentação e Veterinária, conforme se discriminam no quadro seguinte:



Cultura ou grupo de culturas

Cultura

Caderno de PI

Abacate

abacate

X

Actinídea

actinídea

X

Arroz

arroz

X

Cereais de outono / inverno

centeio, cevada, trigo e triticale

X

Citrinos

citrinos

X

Figueira e frutos secos

amendoeira

--

aveleira

--

castanheiro

--

figueira

--

nogueira

--

Hortícolas

   

Apiáceas

cenoura

X

Aliáceas e Asparagéceas

alho

X

cebola

X

Asteráceas

alface

X

Brassicáceas

brássicas

X

Cucurbitáceas

abóbora

X

melancia

X

meloeiro

X

pepino

X

Fabáceas

faveira

X

feijoeiro

X

Quenopodiáceas

beterraba

X

Rosáceas

morangueiro

X

Solanáceas

batateira

 

beringela

X

pimenteiro

X

tomateiro

X

Milho e sorgo

milho e sorgo

X

Oleaginosas

amendoim

--

cártamo

--

colza

--

girassol

X

soja

--

Oliveira

oliveira

X

Pastagens e forragens

pastagens e forragens

X

Pomóideas

macieira

X

pereira

X

Prunóideas

ameixeira

X

cerejeira

X

ginjeira

X

damasqueiro

X

pessegueiro

X

Vinha

vinha

X

 

 


 

logo agri fam
CAOF
uso eficiente da agua
sistema de  reconhecimento de regantes

 

sir destaque2
Cartas Pery
NREAP
projeto BINGO
protocolo FFP
projetos cofinanciados
Guia de apoio às explorações agrícolas